25 coisas que deve saber se vai viajar para Portugal.

Se está a fazer o seu plano para viajar para Portugal esta lista de dicas vai ajudá-lo a ter uma melhor experiência e a disfrutar melhor do nosso país. Quando acabar de ler este texto estará preparado para fazer as malas e seguir viagem!

1 – Adaptadores para aparelhos elétricos.

Em Portugal a rede elétrica tem uma voltagem de 220V – 50Hz. As tomadas seguem o padrão europeu de dois pinos redondos. Existem dois tipos de tomada; uma mais profunda, e outra mais superficial. Deve ter em atenção se os seus equipamentos trabalham com voltagens diferentes, muitos funcionam a 110V, se for o caso confirme se o seu equipamento é bivolt, caso seja, não há problema, se não for poderá ter de usar um transformador. Informe-se na receção do seu hotel, pois normalmente existe pelo menos uma tomada de 110v disponível na sua habitação. Resumindo, qualquer adaptador universal resolverá a maioria das suas necessidades.

2 – Uso de cartão de débito e crédito para pagamentos.

A maioria dos estabelecimentos em Portugal aceita pagamentos com cartão de débito em terminal eletrónico. O sistema usado é o MULTIBANCO. Este sistema aceita as marcas; American Express, Maestro, Visa e Visa Electron. Com este sistema poderá ainda efetuar levantamentos de numerário em todas as caixas ATM. As comissões cobradas pelo uso destes serviços são definidas pelo seu banco. Consulte o seu banco para saber quais as taxas aplicáveis.

O uso de cartões de crédito é comumente aceite, contudo recomenda-se que verifique, normalmente à entrada dos estabelecimentos, os avisos sobre os métodos de pagamento disponíveis. Se tiver dúvidas pergunte antes de consumir para evitar constrangimentos!

3 – Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD)

Tudo vai correr bem e não vai ser sequer necessário, mas como diz o ditado, mais vale prevenir do que remediar!

O Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) permite a uma pessoa segurada ou abrangida por um regime de proteção social de um dos 28 Estados-Membros da União Europeia, obter junto dos prestadores de cuidados públicos a assistência médica de que o seu estado de saúdenecessitar durante a sua estada temporária.

É um cartão de modelo único, comum a todo o espaço da União Europeia, Islândia, Listenstaina, Noruega e Suíça, gratuito e concebido para simplificar a identificação do seu titular e da instituição que financeiramente é responsável pelos custos dos cuidados de saúde de que este possa vir a necessitar.

IMPORTANTE – Este cartão não constitui uma alternativa a um seguro de viagem e não cobre cuidados de saúde prestados no sistema de saúde privado. 

4 – Identificação pessoal

Em Portugal é necessário andar sempre com identificação pessoal. Pode ser solicitada pelas autoridades locais a identificação do indivíduo. O passaporte e a carta de condução são documentos válidos. Uma dica importante. Normalmente faço fotocópias dos meus documentos e guardo-as num sítio diferente. Em caso de perda dos documentos originais as cópias podem ser extremamente uteis.

5 – Óculos de sol

Portugal é um país muito radioso onde o sol brilha com muita frequência, e pode ser em determinadas alturas do ano muito forte. A utilização de uns óculos de sol ajuda a proteger a vista da exposição solar e ao mesmo tempo torna mais confortável a nossa viagem. É recomendável também para as crianças.

6 – Calçado

Os nossos pés são muito importantes, se estão frios, quentes, ou se doem podem estragar a nossa disposição para todo o dia. Como tal o calçado deve ser adequado às atividades que pretende realizar. Se a ideia é andar muito a pé pelas cidades portuguesas, nomeadamente Lisboa, Porto e Coimbra, o uso de uns ténis frescos com boa aderência são a melhor opção. Se vai para a montanha umas botas com reforço nos tornozelos será o ideal. E claro os chinelos para a praia e piscina. AH!! E por último aqueles sapatinhos elegantes para a noite poder calçar com aquela roupa especial e sair para um jantar romântico.

7 – Creme protetor solar

É fundamental usar um protetor solar durante a sua estadia em Portugal. Vai passar muito tempo ao ar livre e exposta à radiação, e mesmo em dias em que o sol está encoberto pode apanhar uma queimadura solar. Recomendo sempre a aplicação de protetor solar 30 minutos antes de sair de casa. Poderá trazer o seu creme preferido, mas se não quiser ter os constrangimentos de segurança dos aeroportos pode adquirir aqui o seu creme em qualquer farmácia. É aconselhável aplicar várias vezes ao dia.

8 – Fato de banho

Portugal é um país essencialmente marítimo. Um banho no mar ou num dos muitos rios de águas cristalinas nas nossas montanhas é uma das experiências que não pode perder. Por isso, traga o seu fato de banho e prepare-se para uns bons momentos de descontração e relaxe nas nossas águas.

9 – Clima

Embora Portugal seja um país de dimensão média e com um clima temperado de norte a sul existem algumas considerações que são importantes salientar. O norte do país é montanhoso e tem um clima mais atlântico, com ventos fortes e frio. Em toda a zona interior do país faz muito frio no inverno e muito calor no verão. Junto à costa e devido à proximidade do mar as temperaturas podem oscilar entre 1 a 2 graus celsius. Nos meses de maior calor fica mais fresco junto ao mar, enquanto nos meses mais frios fica mais quente. Na zona sul o clima aproxima-se mais do clima mediterrâneo, com menos vento e temperaturas mais estáveis, sem existirem extremos. Os meses de Julho a Setembro são os mais quentes e a evitar para quem não se dá bem com o calor. De Abril a Junho as temperaturas são amenas e os dias são grandes embora possa ocorrer alguma chuva e as noites serem bastante frias. De Outubro a Março normalmente é mais frio e chove frequentemente, altura ideal para procurar um sítio com uma boa lareira e disfrutar de uma boa comida acompanhada por um bom vinho!

10 – Transportes

As estradas em Portugal são muito boas. Temos um conjunto de autoestradas invejável que liga Portugal de norte a sul e de este a oeste com grande facilidade. Sendo um país médio e com umas infraestruturas rodoviárias boas, as ligações por via terrestre são recomendadas. Infelizmente os serviços públicos de transporte não funcionam muito bem. Tirando as ligações entre Lisboa e Porto, viajar no país de transportes públicos requer uma elevada dose de paciência e de tempo. Se considerar a alternativa de alugar um carro, tenha em consideração o custo dos combustíveis, que em Portugal é elevadíssimo. Deve também somar ao valor da viatura e combustível as portagens das autoestradas, que não são baratas, e o estacionamento, que é pago em quase todas as cidades Portuguesas. Se optar por viajar de comboio pode comprar os bilhetes on-line no sítio da CP – Comboios de Portugal. Se a sua opção for viajar de autocarro pode adquirir os bilhetes no sítio da Rede Expressos. A minha recomendação é comprar uma tour privada, desta forma não tem de se preocupar com mais nada e vai aos locais que pretende visitar com rapidez, conforto e comodidade.

11 – Comunicação – A língua

Em Portugal a língua estrangeira mais falada é o inglês, seguido do Espanhol. Contudo em alguns lugares haverá pessoas que não falam nenhuma língua para além do Português, mas não se preocupe porque posso garantir-lhe que se há povo comunicativo e que tudo fará para o entender somos nós. Pode ter a certeza que iremos perceber tudo aquilo que tem para nos dizer e arranjar forma de comunicar consigo e de lhe proporcionar aquilo que deseja.

12 – A comida

Ok, está em Portugal seja Português! A nossa culinária é muito rica e variada, temos pratos para todos os gostos e ocasiões. Gostamos de petiscar, de longos almoços e jantares à mesa com os nossos familiares e amigos. Diria que a nossa dieta se assemelha muito à dieta mediterrânea. Comemos peixe, marisco, carne, cereais, legumes e saladas, queijos, enchidos, pão, azeite, mel, frutas, oleaginosas. Somos grandes apreciadores de doces regionais e conventuais. Cozinhamos o bacalhau de 1001 maneiras, é verdade! Prove um bom bacalhau à lagareiro, uma vitela assada com arroz de forno, o leitão da Bairrada, uma posta barrosã, uma açorda alentejana, o peixe de mar grelhado, vários tipos de marisco e os queijos tradicionais das várias regiões de norte a sul. Não se acanhe e dê uma oportunidade ao seu palato de conhecer os nossos sabores típicos e característicos, tenho a certeza de que vai adorar e querer repetir!

13 – As bebidas

Antes, durante ou depois das refeições, numa esplanada a ver o pôr-do-sol, ao final da noite num bar, as bebidas são uma parte importante da sua viagem de férias a Portugal. Comecemos pela cerveja. A cerveja mais consumida em Portugal é do tipo pilsner e tem em média 5 a 6% de álcool. As marcas mais conhecidas são a Sagres e a Super Bock. Temos também uma grande variedade de cervejas artesanais de grande qualidade, como são exemplo a Maldita, Coruja, Praxis, Dois Corvos, Post Scriptum. Bebe-se sempre bem fresquinha e é muito popular no verão por causa do calor. Para os amantes de vinho, Portugal é um paraíso! Desde o vinho verde, maduro, branco, porto, moscatel, favaios, espumante, temos uma variedade e qualidade indiscutíveis. As regiões demarcadas em Portugal são as seguintes; Vinho Verde (Minho), Trás-os-Montes, Douro e Porto, Beira Interior, Bairrada, Dão, Lisboa, Alentejo, Península de Setúbal, Tejo, Algarve, Açores, Madeira. Como se pode ver por esta lista de norte a sul, passando pelas ilhas, Portugal tem vinho de excelente qualidade. É apenas uma questão de gosto, mas todas as regiões produzem grandes vinhos. Se tem intenção de comprar vinho em Portugal, sugerimos que adquira uma mala para transporte de garrafas. Cada pessoa pode levar até 12 garrafas sem ter problemas alfandegários. A água pode beber-se da torneira sem qualquer problema. Se tiver uma daquelas garrafas reutilizáveis basta encher antes de sair e terá água com boa qualidade.

14 – Mochila às costas

Trazer consigo uma pequena mochila ou saco onde possa transportar a garrafa de água, um pequeno snack, um impermeável nos meses de chuva, ou um agasalho para o final da tarde pode dar imenso jeito.

15 – O que vestir

Como já falei, o clima em Portugal é temperado. Contudo se vier no verão e estiver muito calor durante o dia também pode arrefecer bastante à noite, por isso um pequeno casaco para a noite pode fazer toda a diferença. A minha recomendação é que opte por vestir-se com várias camadas. Se tiver calor pode tirar, se tiver frio pode ir colocando até se sentir confortável.

16 – Medicação

Excluindo os medicamentos mais vulgares como por exemplo o Paracetamol, Aspirina, comprimidos para a gripe, vitaminas e xaropes para a tosse, a medicação em Portugal é sujeita à apresentação de receita médica. Se tem de tomar alguma medicação especifica deve trazer consigo uma receita médica passada pelo seu médico de família. As farmácias funcionam dentro do horário normal do comércio. Durante o período noturno e fins-de-semana existe sempre disponível uma farmácia de serviço. Todas têm na porta uma indicação de qual a farmácia de serviço na zona, com o respetivo nome e morada.

17 – Repelente de Insetos

Em Portugal não existe nenhuma doença conhecida transmissível por picada de insetos. Contudo e especialmente em locais mais quentes, perto da água e no verão, pode haver necessidade de usar um repelente de insetos. Pode adquirir um em qualquer farmácia ou supermercado. Os sistemas que se ligam a uma tomada e funcionam com uma pastilha são ideais para as noites quentes, se pretender dormir com as janelas abertas.

18 – O norte de Portugal

Como já referi anteriormente, o norte de Portugal tem um clima mais atlântico com mais humidade, chuva e uma estiagem moderada. 95,4% das terras têm uma altitude superior a 400 metros. As terras altas estão presentes por toda a parte e montanhas com mais de 1.000 metros levantam-se a 50 km do mar.

19 – O centro de Portugal

O centro de Portugal tem caraterísticas semelhantes ao norte. Fazem parte desta zona as serras e montanhas do sistema Montejunto-Estrela. É uma zona com grande potencial turístico! Aqui pode passear pelas rotas das Aldeias Históricas de Portugal, Aldeias de Xisto, e pela montanha mais alta, a Serra da Estrela, com o seu incrível e deslumbrante parque natural.

20 – O sul de Portugal

No sul de Portugal 61,5% são terras baixas, inferiores a 200 metros. Aqui vai encontrar planuras e planaltos médios, extensas bacias fluviais e apenas uma serra a mais de 1.000 metros, a serra de São Mamede. É por excelência a zona das melhores praias.

21 – Praias

Portugal é essencialmente um país marítimo, tem uma costa de 1793km. É óbvio que com uma costa deste tamanho não faltam praias. De norte a sul pode usufruir de belas praias todas com características diferentes. As praias do Norte são mais ventosas, com águas mais frias e com mar muito agitado. À medida que descemos a costa para sul as praias vão-se tornando menos ventosas, a temperatura da água vai melhorando também e o mar deixa de ser tão revoltoso. Mas sem qualquer dúvida se o seu objetivo é fazer praia o melhor local é o Algarve. Já muito próximo do mediterrâneo as suas águas são calmas e amenas, ideais para as crianças, a areia é fina e dourada. Um autêntico paraíso!

Pode também optar pelas inúmeras praias fluviais, especialmente na zona norte e centro do país, que oferecem excelentes condições, têm vigia e infraestruturas de apoio, como restaurantes e cafés. Normalmente a água dos rios é cristalina, mas muito fria!

22 – Museus

Se a sua onda são os museus, Portugal tem com certeza uma série de equipamentos de alta qualidade com um património muito valioso. Vou sugerir alguns, que na minha opinião merecem uma visita. Em Lisboa recomendo uma visita ao Museu Nacional de Arte Antiga, Museu Nacional do Azulejo, Museu Coleção Berardo, Museu Calouste Gulbenkian, Museu do Oriente. No Porto poderá visitar o Museu Fundação de Serralves, Centro Português de Fotografia, Museu Nacional Soares dos Reis, Museu do Vinho do Porto, Palácio da Bolsa. Fora de Lisboa e Porto existem também vários museus que pedem uma visita, aqui ficam algumas sugestões. Museu Marítimo de Ílhavo, Museu Grão Vasco em Viseu, Museu de Lamego, Centro de Interpretação do Românico, Museu Judaico.

23 – Festas Populares

Os Portugueses gostam de festas. Somos um povo divertido e que gosta de folia. Para além disso somos um povo com umas raízes religiosas muito fortes e como tal existem centenas de festas e romarias religiosas por todo o lado e durante todo o ano, em particular durante o verão. Aqui ficam algumas sugestões caso queira divertir-se connosco. Romaria de Nossa Senhora da Agonia em Viana do Castelo, Festival Internacional do Chocolate em Óbidos, Santos Populares – Santo António em Lisboa, São João no Porto e São Pedro em Sintra. A Festa das Flores em Campo Maior, a Festa dos Tabuleiros em Tomar, Feira Medieval em Santa Maria da Feira. Para além destas festas acontecem anualmente em Portugal vários festivais de música do norte ao sul do país. Aqui ficam o nome de alguns deles; NOS Alive em Algés, NOS Primavera Sound no Porto, Super Bock Super Rock no Meco – Sesimbra, Sumol Summer Fest na Ericeira, RFM Somni na Figeuria da Foz, MEO Sudoeste na Zambujeira do Mar, Vodafone Paredes de Coura, Bons Sons em Tomar, Douro Rock em Peso da Régua, EDP Vilar de Mouros, Festival do Crato, FMM Sines, MEO Marés Vivas em Vila Nova de Gaia, Boom na Idanha-a-Nova, este é um festival bienal. Venha daí e divirta-se!

24 – Horário do comércio, restaurantes e bares

O horário geral do comércio de rua em Portugal funciona, regra geral das 09:00/10:00 às 18:30/19:00 com interrupção para almoço das 12:30/13:00 às 14:00/15:00. As grandes superfícies funcionam das 10:00 às 23:00. Claro que existem algumas exceções à regra, contudo estes são os horários mais comuns. Relativamente aos restaurantes o horário é das 12:30 às 15:00 e das 19:30 às 22:00. Já os bares têm uma hora de abertura e fecho mais flexível, de acordo com as licenças que possuem. É frequente os bares abrirem às 19:00 e fecharem entre as 02:00 e as 04:00 enquanto as discotecas abrem pelas 23:00 e podem funcionar até às 06:00 ou 07:00 da madrugada. Em Lisboa e Porto existem bares e discotecas abertos toda a noite, é a loucura!

25 – Curiosidades

E finalmente, porque este texto já vai longo, aqui ficam algumas curiosidades de caráter geral sobre Portugal para o ajudar a conhecer-nos melhor.

Fomos pioneiros nos Descobrimentos muito à frente de qualquer outro país, e espalhámo-nos pelo mundo inteiro. Fomos o primeiro país Europeu a incluir nas cortes a participação do povo. Inventámos o astrolábio e a caravela. Iniciámos a primeira globalização. Estabelecemos os primeiros acordos com o rei do Congo, com marajás da Índia e com chefes japoneses, malaios e chineses. Um português comandou a primeira viagem de circum-navegação. Achámos e alargámos o Brasil. Sofremos o maior terramoto Europeu, mas reconstruímos com grande beleza a cidade de Lisboa. Fomos o primeiro país Europeu a derrotar Napoleão e inaugurámos o telégrafo elétrico. Fomos a primeira nação do mundo a abolir para sempre a pena de morte. Fomos também os primeiros a efetuar, por via aérea, as travessias Lisboa-Rio de Janeiro e Lisboa-Macau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *